carregando...

Ouça ao vivo a nossa rádio

Revoltados com descaso, moradores ateiam fogo em ponte na área rural entre Itanhém e Bertópolis

[Revoltados com descaso, moradores ateiam fogo em ponte na área rural entre Itanhém e Bertópolis ]
19/01/2020 17h29 Em: 31º Arraiá do Água Fria comentários

A revolta popular aconteceu, segundo informações,  na tarde deste sábado, (18) na área rural entre Itanhém e Bertópolis. O motivo seria as condições deploráveis de funcionamento  da ponte  sobre o rio Umburana, na comunidade de Beira de Umburana, divisa entre os municípios de Bertópolis-MG, e o município de  Itanhém, na Bahia.

A ponte, que estava para cair a qualquer momento, estava  levando motoristas e moradores a temerem por uma tragédia iminente. Segundo publicações, os moradores já vinham há algum tempo procurando as prefeituras dos dois municípios, no sentido de tomarem providencias, mas foram, até o momento, ignorados tanto pela prefeita de Itanhém, Zulma Pinheiro, quanto pelo prefeito de Bertópolis, Ângelo Rossi Depolo.

Revoltados com descaso, moradores ateiam fogo em ponte na área rural entre Itanhém e Bertópolis

“Tem mais de sessenta dias que está quebrada. Interditada. A população já filmou antes, reivindicou, foi nas prefeituras e nada foi feito. Nem as estradas sequer patrolaram. Aí está uma revolta popular que acabou indo e incendiando o resto da ponte!”, disse um morador da região, que preferiu ficar no anonimato.


Em um vídeo mais antigo, uma moradora aparece expondo sua revolta e fazendo um apelo aos gestores: 

 

Após toda estrutura ter sido destruída pelo fogo, um outro morador da região também reivindicou providências aos dois gestores:  “Minhas filhas precisam passar aqui todo dia. Logo que a população colocou fogo na ponte, eu preciso com urgência que o prefeito de Bertópolis e a de Itanhém façam essa ponte para nós. Nós vamos ficar desse jeito aí? E na hora que o córrego encher ? eu vou ficar com fome do lado da Bahia!? Toma providência aí pra nós, prefeitos”,  

A situação se agrava ainda mais, pois a ponte era usada para o transporte de alunos do município de Itanhém que, pela menor distância, estudam em Bertópolis.

A expectativa é de que, agora que a passagem está destruída completamente, as autoridades tomem providências sobre o fato. Enquanto a situação se degrada, a procura pelos responsáveis continua.

Por: Jan Santos/MDD

Envie uma notícia
Curta nosso perfil

Para comentar esta notícia é necessário entrar com seu login no FACEBOOK.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.