Polícia Militar de Medeiros Neto intensifica abordagens em áreas críticas para combater delitos

[Polícia Militar de Medeiros Neto intensifica abordagens em áreas críticas para combater delitos ]
29/07/2019 12h41 Em: Medeiros Neto comentários

A Polícia Militar de Medeiros Neto, na manhã do último sábado (27/07), intensificou as atividades de fiscalização e abordagens na cidade. A ação é mais uma etapa das operações, que visam combater o tráfico de drogas e prostituição infantil, além de promover a segurança, a tranqüilidade e o bem estar da população durante os finais de semana, período em que são maiores a incidência de delitos.

A Operação teve como foco a Região da"Matinha" e o Bairro Uldurico, onde após várias abordagens a vários indivíduos, um jovem que está sob regime de Liberdade Condicional, foi encontrado em um Bar, na região das casas populares. Ao ser abordado, o mesmo informou aos policiais do Peto que estaria em posse do seu alvará de soltura em um dos bolsos de sua bermuda. Ao consultar o documento, o indivíduo foi orientado a retirar-se das dependências do bar, pois o mesmo estaria quebrando uma das clausulas do alvará, podendo até mesmo ocasionar-lhe prisão pela desobediência.. C.C.A. de 25 anos, teria sido preso por tentativa de homicídio do seu tio, I.S.J. em 2018, no bairro Uldurico.

Polícia Militar de Medeiros Neto intensifica abordagens em áreas críticas para combater delitosParticiparam das abordagens, um pelotão do PETO e policiais do Primeiro Pelotão, lotados na 44ª CIPM. O Comandante da Companhia, Major PM Edmar Ivo Leão Junior, ressalta que “a atividade de fiscalização e abordagens é muito importante, pois, possibilita a retirada de armas e drogas de circulação, a captura de pessoas foragidas da justiça bem como retirada de veículos irregulares de circulação, a autuação de condutores não habilitados, proporcionando um trânsito seguro e a preservação de vidas.”

Fonte: Ascom

Polícia Militar de Medeiros Neto intensifica abordagens em áreas críticas para combater delitos

 

Para comentar esta notícia é necessário entrar com seu login no FACEBOOK.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.