Ouça ao vivo a nossa rádio

OMS declara varíola dos macacos emergência global de saúde

[OMS declara varíola dos macacos emergência global de saúde ]
23/07/2022 17h22 Em: Internacional

A Organização Mundial de Saúde (SMS) declarou neste sábado (23) que a varíola dos macacos é uma emergência global.

O diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, disse que é possível controlar o surto e parar a transmissão com as ferramentas que os países têm disponíveis. Os governos devem intensificar as ações de monitoramento, recomendou a agência. Uma "ação coletiva" será necessária para enfrentar essa nova crise de saúde, diz a agência.

A decisão de declarar a varíola dos macacos uma emergência foi tomada após nova reunião do Comitê de Emergência da OMS. Há um mês, com apenas 3 mil casos registrados, não houve consenso. Na nova reunião, também não foi uma decisão unânime sobre incluir a doença no nível máximo de alerta. Nove cientistas foram contrários e seis foram favoráveis. A OMS decidiu, mesmo assim, anunciar a declaração de emergência.

Em pouco mais de 10 anos, a OMS declarou emergência cinco vezes. Essa é a primeira que não tem a chancela do Comitê de Emergência.

Até agora, mais de 16 mil casos já foram relatados em 75 países, segundo a OMS. O Brasil tem 607 casos confirmados da doença, segundo boletim de ontem do Ministério da Saúde. A maior parte, 438, em São Paulo. 

Entre os casos registrados, 86 são do Rio de Janeiro, 33 de Minas Gerais, 12 do Distrito Federal, 10 do Paraná, 8 de Goiás, 5 da Bahia, 2 do Ceará, 3 do Rio Grande do Sul, 2 do Rio Grande do Norte, 2 no Espírito Santo, 3 em Pernambuco, 1 em Mato Grosso do Sul e 1 em Santa Catarina.

O ministério afirmou, em nota, que mantém articulação direta com os estados para monitoramento dos casos e rastreamento dos contatos dos pacientes.

A doença tem entre os sintomas febre, dor de cabeça, dor muscular, gânglios (linfonodos) inchados, calafrios e exaustão, entre outros. A erupção cutânea aparece geralmente de 1 a 3 dias após o paciente começar a ter febre, surgindo no rosto e depois espalhando para outras partes do corpo, normalmente.

Vacinação

Na última sexta-feira (22), a Agência Europeia de Medicamentos (EMA) recomendou estender o uso de uma vacina contra a varíola para combater a propagação da varíola do macaco, o que já é feito em vários países.

Em 2013, a União Europeia aprovou a vacina Imvanex, da empresa dinamarquesa Bavarian Nordic, para prevenir a varíola. Seu uso agora é estendido à varíola do macaco devido à semelhança entre os vírus das duas doenças.

A OMS recomenda vacinar as pessoas de maior risco, bem como os profissionais de saúde que possam estar expostos à doença.

 

Por: MDD
Fonte: noticias.r7

Envie uma notícia
Curta nosso perfil

Para comentar esta notícia é necessário entrar com seu login no FACEBOOK.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

útilmas postadas

? 335 x 150
? 335 x 150
? 335 x 150