Marta, Caio e Pintos poderão unir forças e Timóteo desistir de sua candidatura.

[Marta, Caio e Pintos poderão unir forças e Timóteo desistir de sua candidatura. ]
01/04/2015 13h30 Em: Medeiros Neto comentários

A política de 2014 ficou registrada como uma das mais acirradas desse país. Nunca antes se viram tantos...

 

 

 

A política de 2014 ficou registrada como uma das mais acirradas desse país. Nunca antes se viram tantos debates e pessoas participando ativamente do processo como nas últimas eleições. O problema que essa disputa deixou vários sentimentos acesos, principalmente o da mudança, da busca de um novo percurso político que respeite a sociedade brasileira.

 

Aliança não é descartada, mas todos estão formando grupos para a disputa em 2016.

 

 

 

 

 

Não é novidade alguma que o município Teixeirense protagonizou uma das maiores disputas políticas dos últimos tempos. Basta analisar os dados finais do processo político para perceber o sentimento do povo.

Em Teixeira de Freitas, Uldurico Júnior (PTC) foi o único político da casa eleito deputado Federal. O ex-deputado Timóteo Brito foi o candidato a estadual que mais obteve votos, seguido pelos destaques Marta Helena e Lucas Bocão. No fim o reflexo administrativo não elevou os candidatos ligados ao prefeito João Bosco Bittencourt (PT), a exemplo Erlita Freitas, Gilberto do Sindicato (PC do B) e Ednaldo Resende (PT).

 

Lucas Bocão é um dos nomes fortes da política. Apesar de ter ligação com a família Pinto, o radialista realiza um trabalho social de grande valor no rádio. 

 

 

 

 

A derrota do governador Rui Costa (PT) foi outra vertente que chamou atenção, Paulo Souto (DEM) venceu na Zona 183ª e exibiu o reflexo administrativo atual. Na disputa presidencial, Dilma venceu nos dois turnos, mas trazia sobre os brasileiros não apenas o reflexo político de Teixeira de Freitas, mas todo um projeto político a nível nacional. Contudo, houve uma disputa quente no município Teixeirense, onde a classe empresarial, juventude e médica apoiaram incansavelmente o senador Aécio Neves (PSDB).

O reflexo do processo político em 2014, seguido pelos escândalos nacionais que envolvem principalmente a cúpula do Partido dos Trabalhadores e o mandado morno em determinados setores da atual administração do Dr. João Bosco (PT), complementado pela desmoralização da atual Câmara de Vereadores que se expos a vários escândalos municipais está refletindo no processo vindouro.

Os bastidores da política explanam que o ex-deputado Timóteo Brito (PSD) pode não participar do processo político em 2016 como candidato a prefeito de Teixeira de Freitas. Contudo, a entrada no ano vindouro do político é dada como certa na Assembleia Legislativa, uma vez que o mesmo permanecendo na terceira suplência tem a grande possibilidade assumir sua provável vaga. Somente na coligação que Timóteo compôs no último processo político existem mais de oito deputados que serão candidatos em seus referentes municípios de origem.

 

 Ex-deputado estadual Timóteo Brito (PSD) pode desistir pela primeira vez da candidatura em 2016.

 

 

 

 

Timóteo possivelmente adotaria a medida de não disputar o processo e assumiria o dever de ajudar seu filho Léo Brito (PSD) em Alcobaça. Contudo, a base do político informou que toda ação está sendo pensada pelo bem do grupo e, sobretudo pensando no futuro. O político teria a espera de uma pesquisa de campo para tomar a decisão final. E especulam que o mesmo apoiaria um candidato oposicionista ao atual prefeito, caso não dispute as eleições.

 

 Anderson Pinto é empresário e filho do ex-prefeito e deputado federal  Francistônio Pinto.

 

 

 

 

 

No outro lado da oposição está o empresário e ex-deputado Uldurico Pinto, pai do deputado Uldurico Júnior (PTC) e a mulher mais politizada do município Marta Helena (PSDB) que estrategicamente estão adotando medidas para evitar a proliferação de candidatos a prefeito, diminuindo assim a força da máquina administrativa.

A ideia é montar dois grupos político forte e possibilitar ao povo uma condição de plebiscito, ou seja, uma pesquisa de campo. Pode existir então unificação entre esses dois , ou mais grupos políticos que fortaleceria o processo político vindouro. Especulam nos bastidores quatro nomes para esse provável aliança: Anderson Pinto, filho do saudoso ex-prefeito Franscistônio Pinto, Caio Mira, Marta Helena e Lucas Bocão.

A conjuntura propõe a união de um único grupo, mesmo existindo uma terceira ou quarta via. Entretanto a ideia é que se existir essas prováveis terceira e quarta candidatura, que as mesmas não sejam com ampla expressão, como será a formação desse bloco oposicionista.

Ainda há muito tempo para a decisão final , até lá todos esses nomes mencionados estão na condição e pré-candidatos em 2016. Entretanto, os políticos já estão correndo atrás das suas lideranças em disputa interna para formarem os grupos que se apresentarão em 2016. Os políticos já se articulam e movimentam os bastidores da política, considerando ainda o prazo de filiação que encerra em Outubro de 2015.

 

Envie uma notícia
Curta nosso perfil

Para comentar esta notícia é necessário entrar com seu login no FACEBOOK.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.