Idoso é preso em Lajedão 24 anos após cometer homicídio no Espírito Santo

[Idoso é preso em Lajedão 24 anos após cometer homicídio no Espírito Santo ]
10/05/2019 18h45 Em: Polícia comentários

A Polícia Civil de Medeiros Neto cumpriu, no início da tarde desta sexta-feira (10) um mandado de prisão expedido pela 3ª Vara Criminal de Serra/ES, emitido no último dia 07 de maio, em desfavor do idoso Abelar Gonçalves da Cruz, de 69 anos de idade, por um crime de homicídio ocorrido no ano de 1995, no bairro Vista da Serra, em Serra-ES.

Após levantamento e cruzamento de dados, o núcleo de inteligência da Superintendência de Polícia Interestadual e de Capturas detectou que o acusado estaria residindo na cidade baiana de Lajedão. Com base nas informações, a Polícia capixaba entrou em contato com o Delegado da Polícia Civil de Medeiros Neto, Dr. William Telles e solicitou apoio para o cumprimento da missão.

Abelar Gonçalves da Cruz é casado e mantinha endereço fixo em Lajedão há muitos anos. Apesar de ter sido registrado em Medeiros Neto, ele afirma que é mineiro da cidade de Joaíma.

Em conversa com a reportagem do Medeiros dia dia, Abelar se defendeu dizendo que, na época, estava trabalhando de pedreiro em um lugarejo chamado “Boca Nervosa” e que a vítima vinha tentando forçá-lo a vender drogas. Como havia negado, dizendo que era trabalhador, e que sempre viveu do seu suor, o homem tentou matá-lo, mas Abelar reagiu e, fazendo uso de um revólver calibre 38, atirou contra a vítima.

Ele ainda disse que chegou a ficar preso 25 dias em Nanuque/MG e que, de lá, o levaram para Vitória/ES, onde ficou mais 25 dias preso, mas, com a ajuda de um advogado, conseguiu liberdade provisória. Idoso e com a saúde debilitada, Abelar tem glaucoma avançado, disse que não conseguiu operar os olhos; já perdeu grande parte da visão e necessita de ajuda para se locomover.

Após ser detido pela Polícia, ele foi submetido à exame de lesões corporais e, em seguida, foi encaminhado para a Delegacia Territorial de Teixeira de Freitas de onde, provavelmente, será recambiado para Serra/ES.

24 anos após o crime, Abelar Gonçalves da Cruz foi condenado a 14 anos de prisão em regime fechado.

Por: Jan Santos / Medeiros Dia Dia

Fotos: Sessé Guimmas

Idoso é preso em Lajedão 24 anos após cometer homicídio no Espírito Santo

Para comentar esta notícia é necessário entrar com seu login no FACEBOOK.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.