Ouça ao vivo a nossa rádio

Homem é morto a tiros na zona rural de Itanhém e polícia suspeita de crime passional

[Homem é morto a tiros na zona rural de Itanhém e polícia suspeita de crime passional ]
25/09/2018 16h30 Em: Polícia comentários

Um  homem foi assassinado a tiros, na tarde desta terça-feira (25), por  volta das 16:30, próximo ao córrego do Ferrugem, na fazenda Santo  Antônio, que fica a aproximadamente dois quilômetros da cidade de Itanhém.

De acordo com relatos de testemunhas, Jhonathan da Silva Franco, de 24 anos, estava trabalhando em uma roça de pimenta, quando um elemento apareceu  pedindo água para beber.  Logo depois de ter bebido a água que Jhonathan  serviu, ele sacou de uma arma e efetuou pelo menos quatro disparos  contra ele.

A Polícia Militar do 2º Pelotão de Itanhém foi acionada e se deslocou  até o local. Uma possível testemunha, que estava há uma distância de  mais ou menos 15 metros, disse não ter prestado muita atenção na  conversa dos dois e que, após ouvir os estampidos dos tiros, saiu  correndo. Ele ainda contou que o atirador, que trajava camisa preta, era  forte e de estatura mediana, chegou a efetuar disparos em sua direção. A  polícia acredita que ele tentou eliminar a testemunha. Não  foram encontradas cápsulas no local do crime e, apesar de o atirador ter  aparecido e fugido a pé, os policiais desconfiam que ele teria um  veículo à sua espera.

Ainda segundo informações repassadas ao Medeiros Dia Dia, Jhonathan da Silva Franco era natural de Ecoporanga, no Espírito Santo,  era usuário de drogas, estava há pouco tempo trabalhando na região e  tinha um relacionamento com uma jovem de 19 anos, recém-separada, que  sempre dizia que seu ex-marido era muito ciumento.

Agora,  a polícia trabalha com duas linhas de investigação, uma vez que pode  ter sido crime passional ou acerto de contas por dívidas de drogas. Até o momento, ninguém foi preso

Por: Jan Santos / Medeiros Dia Dia

Envie uma notícia
Curta nosso perfil

Para comentar esta notícia é necessário entrar com seu login no FACEBOOK.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.