carregando...

Ouça ao vivo a nossa rádio

Fã é preso por planejar ataque contra cantora Simaria no Rio Grande do Sul

[Fã é preso por planejar ataque contra cantora Simaria no Rio Grande do Sul ]
14/11/2019 10h10 Em: Nacional comentários

Um fã da cantora Simaria foi preso, na última terça-feira (12), em Novo Hamburg -  Rio Grande do Sul, por conta de um plano para atacar a cantora sertaneja durante um show. Segundo Fábia Oliveira, de O Dia, ele planejava o ataque para o dia 14 de dezembro, quando Simaria se apresentará com a irmã Simone, no Estádio Beira Rio, em Porto Alegre. 

No depoimento, o rapaz contou que resolveu se vingar da cantora porque ela não o respondia nas redes sociais.

De acordo com o delegado Alexandre Ferreira Quintão, da 3ª Delegacia de Polícia de Novo Hamburgo, ele foi encontrado em casa, no bairro Boa Saúde, onde morava com a esposa e dois filhos. Há cerca de dois anos, segundo Quintão, ele começou a ameaçar a dupla nas redes sociais.
"Ele diz que a família delas seria responsável por ele quase ter morrido, em Campo Grande, em 1996, mas não explica o motivo. Diz que sofreu um atentado a tiros e foi preso no interior do Mato Grosso do Sul, saiu de lá e voltou ao Rio Grande do Sul. Como disse que conhecia elas, resolveu agora ameaçar pedindo que o ajudassem", conta o delegado. Nenhuma informação, porém, foi confirmada pela polícia.

A urgência no cumprimento do mandado se acentuou nesta semana porque, em uma postagem, o homem citava o show de Simone e Simaria no Estádio Beira Rio, em Porto Alegre, no dia 14 de dezembro.

"Estão esperando terminar aquilo que a família delas começou lá no Mato Grosso do Sul. Isso mostra o quanto são covardes", escreveu, em um post no Instagram. No seguinte, publicou uma foto das irmãs.
Conforme o delegado, o suspeito é usuário de drogas há duas décadas e tem diversos antecedentes criminais por pequenos delitos.

Fã é preso por planejar ataque contra cantora Simaria, no Rio Grande do SulA suspeita pela fragilidade emocional do suspeito se deve ao fato de que a maioria das informações prestadas por ele são desencontradas. O delegado diz que, em depoimento informal, o homem clama ser a inspiração de algumas músicas da dupla.
A canção "126 cabides", por exemplo, foi citada por ele por, supostamente, fazer referência a 1º de fevereiro de 1996, data em que teria sofrido o atentado. Mesmo que interpretada por Simone e Simaria, é de autoria do compositor Tatau, do Araketu.

"E outras, que falam de chifre, de traição, seriam porque ele traiu uma ex-esposa", afirma o delegado. "Ele delira. Tem esses delírios. É preocupante, pois assim que geralmente começam situações de violência contra pessoas famosas".

Ele já tem passagens por furto, roubo agressão e desacato. Agora, será transferido para um presídio de São Paulo.

Simone e Simaria não quiseram comentar pessoalmente o caso, mas a assessoria das cantoras divulgou nota afirmando que a questão foi levada às autoridades por conta dos "reitrados e graves ataques" sofridos nas redes sociais. As duas preferem não fornecem detalhes enquanto o caso corre. Por fim, o desejo é de que a alegria e trabalho da dupla prevaleçam, "fazendo deste fato rapidamente esquecível".


Fonte: correio24horas

Envie uma notícia
Curta nosso perfil

Para comentar esta notícia é necessário entrar com seu login no FACEBOOK.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.