Ouça ao vivo a nossa rádio

Ex-vereador de Medeiros Neto, Diran Cigano é eleito para representar os povos ciganos em conselho estadual da Bahia

[Ex-vereador de Medeiros Neto, Diran Cigano é eleito para representar os povos ciganos em conselho estadual da Bahia ]
25/11/2021 22h04 Em: Medeiros Neto comentários

O ex-vereador de Medeiros Neto Diran Reis Alves, conhecido como Diran Cigano, tomou posse, nesta quarta-feira (24), como Conselheiro Titular, representante da sociedade civil, do Conselho Estadual para a Sustentabilidade dos Povos e Comunidades Tradicionais (CESPCT) - Povos Ciganos, para o quadriênio 2021-2024. Ele terá como suplente Edvalda Bispo dos Santos Viana.

A cerimônia de posse aconteceu na capital do estado, Salvador. O CESPCT é um órgão colegiado e consultivo, que integra a estrutura da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi). Entre seus objetivos, está o fortalecimento do trabalho de discussão, criação e execução de políticas afirmativas.

O conselho agrega outras representações, como quilombolas, indígenas, pescadores e marisqueiras, dentre outros segmentos, totalizando 35 membros.

Ex-vereador de Medeiros Neto, Diran Cigano é escolhido para representar os povos ciganos em conselho estadual da Bahia

Diran explica que a sua principal atribuição como conselheiro estadual, representando os povos ciganos, passa a ser garantir direitos nas questões territoriais, socioambientais, econômicas e culturais, considerando seus costumes e conhecimentos ancestrais.

"É muito satisfatório compor a minha trajetória de vida podendo atuar como representante do meu povo. Este Conselho é um dos principais meios para ouvirmos e sermos ouvidos. Todos podem ter a certeza de que cumprirei com todo zelo o meu papel olhando por todo território baiano", disse Diran.

A titular da Sepromi, Fabya Reis, considerou, na ocasião em que foi criado, que o CESCPT é um avanço na importância política e representativa dos segmentos tradicionais. “O conselho poderá participar de decisões acerca de conferências, realizar controle social, monitorar e contribuir para a implementação da Política Estadual de Sustentabilidade dos Povos e Comunidades Tradicionais da Bahia. Um grande passo no diálogo e participação popular dos segmentos”, ressaltou.

 

Por: MDD

Envie uma notícia
Curta nosso perfil

Para comentar esta notícia é necessário entrar com seu login no FACEBOOK.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

útilmas postadas

? 335 x 150
? 335 x 150
? 335 x 150