Ouça ao vivo a nossa rádio

Em vídeo, Deputado Uldurico Junior tenta se justificar porque votou a favor de Emenda Polêmica

[Em vídeo, Deputado Uldurico Junior tenta se justificar porque votou a favor de Emenda Polêmica ]
01/12/2016 22h32 Em: Medeiros Neto comentários
 
 
Após grande repercussão negativa e centenas de críticas nas redes sociais, e em especial no extremo sul da Bahia, o Deputado Federal Uldurico Junior, PV postou um vídeo em sua página oficial, explicando porque votou a favor do chamado, Pacote de Medidas Anticorrupção. A proposta teria sido originada pelo Ministério Público Federal para o real combate a impunidade, mas numa emenda apresentada pelo PDT, teve seu texto alterado e passou a incluir inclusive, punição a juízes e promotores.
 
 
 
Em seu vídeo o deputado disse ter sido mal interpretado e que os internautas o colocaram na lista dos que votaram contra as medidas contra a corrupção. Não foi exatamente isto que aconteceu. Acontece que a insatisfação da população, é justamente o fato de algum representante votar a favor deste projeto, pois apesar de ter um nome supostamente bonito, "PACOTE ANTICORRUPÇÃO”, serviria para intimidar juízes e promotores, segundo os próprios procuradores da Operação Lava Jato. Apesar do nome bonito, o texto que rege a emenda vem disfarçado com leis que intimidam juízes e promotores e por este motivo, explica-se a revolta da população, justamente com os que votaram A FAVOR da emenda. Assista ao vídeo na íntegra, onde o Deputado Federal Uldurico Junior, da sua justificativa aos internautas.
 
 
 
Nos dias atuais, é inaceitável pensar que a população tão ultra, mega e master informada, não entenderia o real teor de algo que viesse maquiado. Claro que para o povo em geral, votar A FAVOR desta emenda, significa homologar uma possível lei da impunidade generalizada a parlamentares. O deputado Onyx Lorenzoni do DEM defendeu a rejeição da emenda. Segundo o deputado, a aprovação da mesma seria vista como uma espécie de "cala a boca” a promotores e juízes. "Aqui está uma emenda que, se for aprovada, será conhecida no Brasil como uma emenda anti-investigação, uma emenda do mal, Vamos aguardar para discutir isso em outro projeto”, defendeu.
 
  
O argumento dos parlamentares para a aprovação da medida era que não poderia se admitir no país mais "privilégios a ninguém". "Essa emenda permite que todos se comportem dentro da lei", disse o líder do PC do B, Daniel Almeida (BA). A emenda era alvo de críticas da força-tarefa da Operação Lava Jato e recebeu 313 votos a favor e 132 contrários (cinco deputados se abstiveram). A decisão foi criticada, ainda na madrugada, pelo procurador da República Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato no Paraná, que postou em sua conta no Twitter: "Está sendo aprovada a lei da intimidação contra promotores, juízes e grandes investigações".
Envie uma notícia
Curta nosso perfil

Para comentar esta notícia é necessário entrar com seu login no FACEBOOK.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

útilmas postadas

? 335 x 150
? 335 x 150
? 335 x 150
? x