Ouça ao vivo a nossa rádio

CDL de Medeiros Neto emite nota com orientações sobre COVID-19

[CDL de Medeiros Neto emite nota com orientações sobre COVID-19 ]
20/03/2020 13h34 Em: Medeiros Neto comentários

Em virtude da contaminação do novo Coronavírus, a Câmara de Dirigentes Lojistas de Medeiros Neto adotou algumas medidas preventivas, a serem adotadas por empresários do setor do comércio.

Apesar das incertezas e apreensões causadas pela Corona vírus, a CDL acredita que o momento exige cautela e que alarmismos devem ser evitados. As entidades ligadas ao comércio regional seguem as mesmas medidas, e estão atentas aos desdobramentos do caso, bem como aos impactos humanos e materiais da disseminação do vírus, que estão sendo dimensionados.

A CDL esclarece sobre os sintomas acusados pela corona vírus:
Como já foi noticiado Covid-19 é transmitido por gotículas de secreções (como o muco nasal), seja por meio de tosse ou espirro, ou pelo contato com superfícies contaminadas, levando-se as partículas ao nariz ou à boca a partir das mãos.

O período de incubação da doença pode durar até 14 dias. Os sintomas mais comuns são: febre, tosse seca ou com secreções espessas, fadiga, falta de ar, dor articular, dor de cabeça e nariz congestionado.

Cuidados preventivos

Para se evitar a propagação da doença, que já possui casos de transmissão comunitária na região, o presidente da entidade Gil Batista acredita que é preciso um engajamento de toda a sociedade. Os empresários do comércio de bens, serviços e turismo podem colaborar implementando os seguintes cuidados em seus estabelecimentos:
Verificar se os locais de trabalho estão limpos e higienizados. Superfícies como pisos, corrimão, mesas, cadeiras, além de telefones, maçanetas e teclados precisam ser limpos regularmente com hipoclorito de sódio a 1% ou álcool a 70%, uma vez que a contaminação em superfícies é uma das principais maneiras pelas quais o Covid-19 se espalha.

Estimular e orientar trabalhadores, clientes e colaboradores sobre a necessidade de se lavar as mãos com água e sabão de forma regular e completa, ensaboando até o punho e esfregando os dedos entre as palmas das mãos.

Disponibilizar dispensadores de álcool gel/higienizadores de mãos em locais de destaque, acessíveis no local de trabalho, e certificar-se de que sejam recarregados regularmente.
Exibir cartazes e informes orientando sobre a lavagem adequada das mãos com água e sabão ou a higienização com álcool a 70%. Além disso, identificar os locais para a lavagem com água e sabão, que é a principal medida para se evitar a doença.

• Orientar sobre a etiqueta respiratória ao tossir ou espirrar, usando sempre a curva interna do cotovelo, cuidado que ajuda a impedir a propagação do Covid-19.
• Estimular as equipes de profissionais de saúde e segurança ocupacional para orientar e adotar ações de educação em saúde e medidas de prevenção (como a produção de materiais informativos), principalmente quanto à lavagem das mãos e a higiene respiratória.

• Garantir aos profissionais e colaboradores com sintomas do Covid-19 o afastamento e a licença médica.

A CDL orienta os empresários do setor terciário a manterem equipes e colaboradores informados, com base em fontes seguras, tais como: Ministério da Saúde, Secretaria Estadual de Saúde, Secretaria Municipal de Saúde e a Organização Mundial da Saúde (OMS). Outras informações também podem ser obtidas por meio do Disque Saúde (136), do governo federal, ou pelo (21) 3804-9230, telefone de atendimento ao empresário disponibilizado pela CNC.

Segundo levantamento feito pela CDL, existe alguns estabelecimentos comerciais que já estão com dificuldade de repor seus estoques junto às empresas fornecedoras.

Fonte: Ascom CDL

Envie uma notícia
Curta nosso perfil

Para comentar esta notícia é necessário entrar com seu login no FACEBOOK.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

? x